Publicado em Tag -Entrevistas

Luisa Clasen – Cineasta

Área de Atuação: Cinema e Vídeos
Cidade: Curitiba – PR
Imagem
Luisa tem o site: http://lullydeverdade.com.br
Postura Urbana: Você é cineasta, como está o Brasil nessa área?
Luisa Clasen: O Brasil tem profissionais muito bons na área de cinema, só está faltando quem tem novas ideias botar a mão na massa. A gente vê muito “mais do mesmo”, por isso o próprio público acaba tendo preconceito com o cinema brasileiro. Mas tem coisa boa, só temos que procurar. O bom do boom do YouTube é que isso dá oportunidade pra quem faz trabalhos diferentes poder se mostrar. Em 2009, eu trabalhava numa produtora (a WG7BR) que tinha muitas ideias boas, mas nem sempre tinha como fazer os projetos, por falta de grana pra fazer um filme. Hoje, se eles têm uma ideia, fazem, botam no YouTube e colhem os frutos depois. Por causa disso, hoje eles fazem a produção dos vídeos da Kéfera, Tesão Piá e já gravamos juntos o Cozinha da Lully (que ainda está em processo de edição). Esse é o só um exemplo, claro. Com a Lei da TV Paga abriram mais portas ainda pra produtoras independentes!
Postura Urbana:  A internet é um Universo de coisas úteis e inúteis, o que acha relevante?
Luisa Clasen: Tudo o que interessa alguém é relevante. Poderia-se dizer que o Não Salvo não é relevante porque não tem conteúdo informativo, mas ele é parte da cultura brasileira. É blog recheado de mini documentários da vida de brasileiros, e ainda por cima super popular por causa do humor. Por isso prefiro não desmerecer o que o outro gosta de fazer online, como a maioria das pessoas vivem reclamando no Facebook.
De qualquer forma, o que mais me interessa online é aprender ou conhecer coisas novas. Eu sempre abro o IMDB ou a Wikipédia pelo menos uma vez por dia, pra consultar alguma coisa. Adoro ficar pulando de link em link pra aprender algo novo. Por isso tento colocar isso nos meus vídeos também, pra que não seja só entretenimento, mas também algo a mais.
Postura Urbana:  Moda e Comportamento são assuntos que te interessam?
Luisa Clasen: Eu tenho que confessar que sou totalmente alheia à moda. Quando eu descubro que tem alguma peça legal na moda, aí vou procurar pra ver como usa, ou modelos diferentes… Fora isso, me visto basicamente igual a sempre, independente do que está na moda.
Já a parte de comportamento é uma das minhas favoritas e só fui entender o por quê recentemente: quando analisamos ou escrevemos um roteiro, a gente tem que entender completamente um personagem. O roteirista se torna, então, um leitor de sinais subconscientes das pessoas. Quase como naquele seriado, The Mentalist. E eu sempre gostei muito de analisar filmes, escrever roteiros, desenvolver personagens… Partir disso pra analisar as pessoas não foi difícil. É claro que eu não me considero conhecedora do comportamento humano, até porque nem tenho formação em psicologia. Mas sempre deixei isso claro pra todo mundo.
Postura Urbana:  Fale um pouco sobre seu site:
Luisa Clasen: Criei o canal Lully de Verdade depois que saí do antigo emprego de professora de inglês. Foi totalmente espontâneo e eu nem nunca tinha assistido a vlogs (pra você ter noção, só fui descobrir quem era o Felipe Neto porque ele estava em propagandas de um curso de inglês nos pontos de ônibus pela cidade). Acabei me encantando muito por isso, porque eu sempre gostei muito de falar e opinar. Meu objetivo maior não é fazer com o meu público concorde comigo, mas sim fazer as pessoas pensarem, entenderem a minha opinião, e se basearem nela para formarem a sua própria. Fico muito feliz quando vejo que as pessoas mesmo não concordando com o que eu disse, entendem o vídeo. Isso é uma prova de que tem gente que vale a pena, fé na humanidade restaurada! \o/ hehehe.
Postura Urbana: Profissionalmente quais seu planos futuros?
Luisa Clasen: O vlog tem se tornado cada vez mais um hobby e menos uma opção de carreira, por conta do momento atual no YouTube. Vários vloggers grandes estão perdendo views por algum motivo desconhecido e acabam faturando menos. Se esses caras que tem MUITO mais inscritos do que eu estão numa crise, imagine eu que não cheguei nem a 100 mil inscritos? Por isso quero fazer os vídeos por prazer e colher os frutos disso: vender as minhas canecas e também palestrar (já fui convidada pela UFPR e pelo Encontro Locaweb para falar sobre Como Fazer Vídeos Pra Web e gostaria de levar a apresentação a mais lugares). De qualquer forma, meu objetivo sempre foi fazer as coisas que me deixassem feliz, e o vlog com certeza faz isso, apesar de não me dar um dinheiro bom. Por isso não penso em parar tão cedo!
Postura Urbana: Agradecemos sua entrevista Luisa, Sucesso!!!
Imagens: Arquivo Pessoal
Por: JGA
Imagem
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s