Publicado em ATITUDE

A vida é um eterno saber esperar.

ansiedade-3

Paciência é acalento. Benditos os que são pacientes. Não sofrem, perseveram.Já os ansiosos como eu, sofrem, contam os minutos, as horas, os dias, é difícil ter de esperar  por uma resposta, tanto para o positivo, quanto para o negativo, a espera é uma tortura.
Se a ansiedade passar dos limites do frio na barriga e do contar do tempo, não hesite, procure ajuda profissional, há casos em que é preciso intervenção de medicamentos.
Eu optei por terapia, até porque me serve de exercício de autoconhecimento. Passei por uma situação pessoal nesse ano, onde fiquei com os nervos a flor da pele, não me alimentava, não dormia direito, acordava suando frio, relembrando o trauma sofrido, foram 176 dias angustiantes, os primeiros 60 dias insuportáveis, mas na semana do natal, acabou meu sofrimento.

Atente-se caso apresente alguns dos seguintes sintomas:
1- Preocupação Excessiva -Significa ter pensamentos ansiosos persistentes em quase todos os dias da semana, por seis meses. E a ansiedade tem que ser tão forte, a ponto de interferir no seu dia-a-dia e estar acompanhada de sintomas notáveis, como fatiga.
2- Problemas de sono – Dorme muito dorme pouco ou tem um sono conturbardo, Segundo algumas estimativas, Metade de todas as pessoas com transtorno da ansiedade generalizada experimentam problemas com sono.
3- Medos Irracionais – Alguns casos de ansiedade não são generalizados, pelo contrário, estão ligados à alguma situação ou coisa, como voar, animais ou multidões. Se o medo se torna opressivo, disruptivo e muito fora de proporção do real risco envolvido, então é um sinal de fobia.
4- Tensão muscular – A tensão muscular quase constante, quer se trate de apertar sua mandíbula, tensionando os punhos, ou flexionando os músculos por todo o corpo, muitas vezes acompanha os transtornos de ansiedade.
5- Indigestão crônica – A ansiedade pode começar na mente, mas muitas vezes se manifesta no corpo através de sintomas físicos, como problemas digestivos crônicos. Síndrome do intestino irritável (IBS). O intestino é muito sensível ao estresse psicológico.
6- Medo de falar em público – A maioria das pessoas sentem pelo menos um frio na barriga antes de abordar um grupo de pessoas ou estar no centro das atenções. Mas se o medo é tão forte que nenhuma quantidade de treinamento ou prática vai aliviá-lo, ou se você gasta muito tempo pensando e se preocupando com isso, você pode ter uma forma de transtorno de ansiedade social.
7- Pânico – Ataques de pânico podem ser assustadores. Imagine uma sensação repentina de medo extremo que pode durar vários minutos, acompanhados por sintomas físicos assustadores como aperto na garganta e peito, coração acelerado, mãos frias, tontura e fraqueza, dores no estômago e no peito.
8- Flashbacks – Reviver um evento traumático – um assalto, morte repentina de um ente querido – é uma marca do transtorno do estresse pós-traumático, que compartilha algumas características do transtorno da ansiedade.
9- Perfeccionismo – A mentalidade obsessiva conhecida como perfeccionismo “anda de mãos dadas com transtornos de ansiedade”, diz Winston. “Se você está constantemente a julgar a si mesmo ou você tem um monte de ansiedade antecipatória de cometer erros ou aquém de suas normas, então você provavelmente tem um transtorno de ansiedade.”
10- Comportamento compulsivo – Para ser diagnosticado com transtorno obsessivo-compulsivo, os pensamentos obsessivos e intrusivos de uma pessoa devem ser acompanhados de comportamento compulsivo, seja mental (dizendo-se: Vai dar tudo certo repetidamente) ou física (lavar as mãos, endireitando itens, etc).

(http://autoajudaemfoco.com.br/estresse-ansiedade/11-sinais-que-voce-pode-ter-transtorno-de-ansiedade)

Imagens: Google Imagens

Por: JGA